Cinco dicas para garimpar móveis usados

116

Sustentabilidade, economia e peças exclusivas atraem cada vez mais consumidores

Circuito Arq+Decor Cinco-dicas-para-garimpar-moveis-usados Cinco dicas para garimpar móveis usados DICAS - Produtos e Serviços

Qual a primeira coisa que vem à sua mente quando você pensa em móveis usados? Se é ainda aquele pensamento de “isso é coisa velha” ou “itens usados têm energias ruins”, saiba que isso é coisa do passado!

Assim como tem acontecido em relação aos brechós de roupas, calçados e acessórios, há um crescimento exponencial na busca de móveis usados, sobretudo depois do início da pandemia.

Cada vez mais, as pessoas estão se conscientizando em relação às questões de consumo e de como isso afeta o planeta. Mas afinal, como comprar móveis usados? Quais os critérios na hora de escolher uma peça usada para decorar seu ambiente? A TAG2U, empresa paulistana especializada em decoração sustentável, dá dicas sobre o assunto.

1) Estado de conservação – É normal que peças mais antigas apresentem sinais de desgaste pelo uso ou pelo tempo, mas elas também podem estar praticamente intactas – definitivamente uma peça de segunda mão não significa que a peça esteja sempre quebrada ou avariada. Porém, se atente a detalhes como puxadores, gavetas, dobradiças, parte interna do móvel, parte traseira, observando a integridade do material.

2) Potencial da peça – Apaixonou-se por uma peça, mas ficou em dúvida pois ela parece meio desgastada, precisando de reparos? Pense no potencial dela. Muitas vezes, esses móveis são peças únicas, fabricadas com materiais de excelente qualidade e durabilidade, e que vão causar um super impacto na decoração do seu ambiente. Nada que, muitas vezes, uma boa lixada e um bom verniz não resolvam!

3) Repense a estrutura – Viu uma mesa com um preço excelente, com um belíssimo tampo, do jeito que você sempre sonhou mas com pés que não são exatamente o que você procura? Nada impede que você repense a estrutura da peça e, com ajuda profissional ou no estilo faça você mesmo, a mesa ganhe uma nova cara com novos pés, do jeitinho que você deseja, virando uma peça exclusiva.

4) Vá com tempo – A pressa pode atrapalhar na hora de garimpar móveis e objetos de segunda mão, sobretudo em espaços maiores, como galpões. Vá com tempo e paciência para observar, escolher e decidir.

5) Eletrodomésticos e objetos de decoração – Nem só os móveis de segunda mão são vantajosos. Eletrodomésticos podem ser uma verdadeira pechincha nesses casos. O mesmo vale para itens de decoração como vasos, quadros, espelhos, louças e outros.