Perfil do Instalador Hidráulico no Brasil: pesquisa revela a realidade deste profissional

45

Iniciativa da Amanco Wavin, que reuniu mais de 1.300 participantes, mapeou também hábitos de compra

AMANCODe pequenos reparos a grandes instalações, o instalador hidráulico é aquele profissional que costuma nos tirar do sufoco quando o assunto é do imóvel com apenas uma visita. Eles reúnem experiência e conhecimento para lidar com qualquer problema nas tubulações de forma eficiente, proporcionando-nos uma economia de tempo e dinheiro, além de uma consultoria especializada.

Na semana em que se comemora o Dia Mundial do Encanamento, 11 de março, a Amanco Wavin procurou entender um pouco mais do perfil desse profissional, sua realidade e como ele vê o mercado em que atua.

Ao todo, 1.306 instaladores hidráulicos participaram da pesquisa realizada pela companhia com a sua base de profissionais cadastrados, sendo 93,2% do sexo masculino. A iniciativa apontou que 31,7% dos profissionais têm entre 36 e 45 anos, sendo em sua maioria (51,9%) com ensino médio completo e atuando na profissão há mais de 15 anos (36,3%). No que diz respeito ao regime de trabalho, 68,6% realizam suas atividades de forma autônoma frente aos que têm algum vínculo empregatício com alguma empresa (31,9%).

Sobre sua renda mensal, 52,4% indicaram que ganham até dois salários mínimos, 26,5% até três salários mínimos, 13,3% até quatro e 7,6% acima de cinco. Nesse sentido, 38,3% dos instaladores hidráulicos acham que essa é uma profissão bem remunerada.

Desafios da profissão

Dentre os maiores desafios da profissão apontados pelos profissionais estão a qualificação adequada dos produtos (21,3%), remuneração (20,2%) e concorrência (19, 2%), entre outros.

Para esses profissionais, a divulgação boca a boca ainda é o melhor meio para aumentar a carteira de clientes: 52,2% afirmaram que a indicação é o principal meio de conseguir novos clientes.

No que diz respeito a capacitações e cursos de reciclagem, 61% costumam realizá-los com frequência, tendo preferência por fazer de forma online (42,6%). Na mesma linha, 86,1% dos profissionais acreditam que tutoriais de instalação nas redes sociais ajudam no seu trabalho.

Na hora da compra de produtos, 63,2% preferem adquiri-los em lojas de materiais de construção de bairro, frente aos home centers ou pela internet. Além disso, como fator decisivo para adquirir tubos e conexões, 87,4% acreditam que a marca de confiança é um fator-chave na hora da compra, 86,3% levam em conta a qualidade e 74,5%, a facilidade de instalação e uso.
Quando o assunto é produto, os instaladores hidráulicos se mostraram atualizados com novas tendências. A pesquisa mostrou que 76,7% dos participantes indicaram que costumam usar ou ter conhecimento sobre produtos com características sustentáveis.

“A pesquisa é uma importante ferramenta para entendermos as principais dores e percepções desse profissional perante o mercado. Os números refletem também o comprometimento deles com qualidade e atendimento ao cliente e, junto a isso, a Amanco Wavin tem reforçado o seu papel enquanto marca presente no dia a dia. Nossas parcerias com o Senai e o Parceiro da Construção são prova de que estamos atentos não só à necessidade de atualização profissional, mas também à como nossos produtos e soluções se encaixam na realidade de cada instalador”, avalia Fabia Guerra, gerente de marketing da Amanco Wavin.