Paris terá competição de design para repaginar a região da Catedral de Notre-Dame

425

Quatro equipes internacionais apresentarão propostas para o redesenho da paisagem urbana em torno do local

Paralelamente à reconstrução da catedral de Notre-Dame de Paris, a capital francesa lançou uma competição internacional de design para repaginar a área ao seu redor. A Autodesk, empresa referência mundial em software para projetos, fornecerá expertise tecnológica durante toda a competição, que inclui a criação de um modelo 3D da área existente em torno da catedral, permitindo que as equipes compreendam melhor as restrições do local e criem suas propostas finais de design.

As quatro equipes concorrentes, selecionadas de um total de 39 participantes, terão à disposição o modelo real da área, criado a partir das soluções em 3D com suporte da metodologia BIM (Modelagem de Informação da Construção, na sigla em inglês) para elaborar seus projetos e propor novos espaços que permitam aos parisienses e turistas apreciarem a rica história e herança de Notre-Dame.

Durante a competição, as equipes concorrentes e a cidade de Paris adotarão padrões abertos como openBIM e IFC, o Autodesk Docs, e o CDE (Common Data Environment, ambiente de dados comuns baseado em nuvem) para o gerenciamento de documentos e comunicação. O software 3D da Autodesk será utilizado também para gerar passeios virtuais para cada um dos projetos, bem como um modelo interativo final, além de um tour virtual do projeto vencedor. Após a conclusão da competição, a previsão é a de que as obras comecem em 2024 e sejam concluídas em 2028.

Representação visual do local do projeto – Área ao redor da Catedral de Notre-Dame

Paris terá competição de design para repaginar a região da Catedral de Notre-Dame - REDORDENOTREDAME

Paris terá competição de design para repaginar a região da Catedral de Notre-Dame - REDORDENOTREDAME1

Assim como na França, a Autodesk apoia a revitalização digital de outros importantes patrimônios históricos ao redor do mundo, como o Museu do Ipiranga, em São Paulo. A empresa trabalha desde dezembro de 2019 no mapeamento tridimensional do museu e das obras de arte do seu acervo, com o objetivo de construir um modelo completo em 3D e contribuir para a preservação da memória desse importante patrimônio histórico e cultural brasileiro. O objetivo é que as obras sejam concluídas em 2022, ano em que será comemorado o bicentenário da Independência do Brasil, com a reabertura do museu ao público.