Governo Federal anuncia Cartão Reforma

323

A Construção Civil segue como um dos principais alicerces para a retomada da economia. Nesse mês de novembro, o Governo federal decretou a criação do Cartão Reforma por meio de Medida Provisória. A medida visa aquecer o comércio de materiais de construção e gerar empregos. Criado para atender brasileiros de baixa renda que necessitam reformar suas casas, o programa terá início em 2017 com orçamento de R$ 500 milhões.

Os investimentos no setor devem impulsionar a indústria e aquecer o varejo. Para comentar o assunto, sugerimos como fonte especialista, Walter Cover, presidente da ABRAMAT.

Abaixo ressaltamos as qualificações e referências do sr. Walter Cover para comprovar sua expertise:

Walter Cover, 68 – Presidente da Associação Brasileira da Indústria dos Materiais de Construção – ABRAMAT, atende como fonte para matérias que abordam temas relacionados à indústria, como por exemplo: Economia e índices econômicos, importações e exportações de insumos e produtos finais, mão de obra industrial, construção e tecnologias aplicadas, reformas, tendências, infraestrutura, política, carga tributária do setor industrial para construção e assuntos relacionados.

– PhD em Economia Agricola pela Michigan State University (creditos completos, sem defesa de tese). Mestre em Economia Agricola pela University of California. Cursou Gestão Empresarial Avançada no INSEAD, França. Formação em Engenharia Agronômica pela UNESP.

– Foi CEO, Diretor e Conselheiro em empresas de grande e médio porte como Vale, Bunge, Lilly/Elanco, Teba Têxtil e CTM Citrus. Foi diretamente responsável pela gestão dos negócios, pela definição e viabilização de estratégias e pela condução de processos de reestruturação, aquisição, fusão e venda de empresas.

– Na Vale, foi responsável pela estratégia e gestão global da Divisão de Relações Governamentais, Meio Ambiente e Sustentabilidade, bem como pela Gestão de Crises Institucionais e pelo relacionamento com ONGs nacionais e internacionais.

– Na Casa Civil da Presidência da República, coordenou uma estrutura multiministerial que apoiou a viabilização de projetos de investimentos privados e foi representante titular na comissão interministerial de parcerias público-privadas (PPP).

– Como Superintendente Geral da FIESP, conduziu um extenso programa de reestruturação e modernização da gestão. Na Bunge liderou processos de reestruturações e fusões do Setor Minero/Químico/Fertilizantes, foi CEO da Serrana de Mineração e Conselheiro da Arafértil, Ipiranga-Serrana e Fosbrasil.

– Desde outubro de 2011 ocupa o cargo de Presidente da ABRAMAT.

Sobre a ABRAMAT
Desde a sua fundação, em abril de 2004, a ABRAMAT acompanha e contribui para o crescimento da Construção Civil no país, atuando como interlocutora do setor junto ao Governo e aos demais agentes da cadeia produtiva da construção civil. A entidade representa aproximadamente 70% de toda indústria dos materiais de construção. Entre os temas que representam os focos de atuação da entidade estão: a competitividade da indústria, a desoneração fiscal de materiais para construção, a conformidade técnica e fiscal na produção e comercialização dos materiais, a profissionalização da mão-de-obra da construção, o inventivo ao desenvolvimento da construção industrializada (pré-moldados) e a responsabilidade socioambiental dos agentes do setor.