Érica Giacomelli estreia no Salão Satélite em Milão

364

Com apenas 25 anos, arquiteta foi escolhida pelo Instituto Marangoni para expor projeto modelo em aeroportos do mundo

Circuito Arq+Decor unnamed-269x69 Érica Giacomelli estreia no Salão Satélite em Milão NEWS

A arquiteta Érica Giacomelli desembarca na Itália para apresentar com exclusividade o projeto Cappellini International Lounge – criado para o Istituto Marangoni – considerada a mais tradicional e conceituada escola de moda e design do mundo – e pelo designer Giulio Cappellini, no Salão Satélite da Feira Internacional do Móvel de Milão, de 14 a 19 de abril.

Dentre todos os alunos da instituição de ensino, a jovem brasileira, em parceria com o estudante espanhol Javier Velo e o russo Kirrill Ivko, foi escolhida para apresentar um projeto modelo de um imponente e confortável lounge de aeroporto internacional projetado para três cidades diferentes: Milão, Miami e Tóquio. “Pensamos em três aeroportos estratégicos no mundo que tivessem os maiores volumes de voos, com conexões por todo o globo. Por isso, criamos um único projeto que pudesse ser aplicado nesses lugares”, explica Érica.

O ponto de partida do projeto foi à análise do frequentador de um lounge de aeroporto. Através desse estudo, o trio conseguiu criar um conceito que fosse ao mesmo tempo complexo em sua natureza e desafiador para construir um ambiente. Todo o estudo proporcionou pranchas conceituais que foram o catalisador de todo o projeto. Por sua vez, o grande desafio da obra foi o processo de tradução desse conceito, que focou no retorno às origens, de acolhimento, em uma planta fluída e orgânica, que pudesse ser aplicada em qualquer espaço.

Através dessa análise de target, foi possível identificar as necessidades desses usuários. Ao mesmo tempo em que eles queriam se sentir especial em um ambiente exclusivo, também queriam se sentir relaxados, conectados e até mesmo protegidos. Esse estudo criou um conceito sobre o retorno às origens, o equilíbrio e o retorno para a caverna, para o útero e sobre a necessidade de um abrigo. Seguindo essa ideia, as inspirações de design foram definidas como fluidez, topografia, desenho de paisagem e formas orgânicas, com toques de inspiração em Burle Marx.

Cidades e flexibilidade

 Para Milão, foi utilizado o mármore Carrara, devido à tradição italiana, o bronze, que traz um elemento de classe ao projeto, além de tecidos que são muito utilizados na moda devido à fama da cidade de ser uma das capitais da moda no mundo. Já para Miami, foi utilizado tecidos mais leves, madeira com laca branca brilhante que reflete o azul e verde dos tecidos, além de muito aço inox, um dos materiais que mais lembra os grandes prédios de vidro e estrutura metálica do boom imobiliário de Miami. Em Tóquio, foram usados tecidos coloridos com texturas tradicionais. Para demonstrar mais a versatilidade da cidade e seu ambiente urbano e cosmopolita, foi usada a madeira laca preta e para retornar à tradição japonesa, madeira de cerejeira.

Serviço:

Salone del Mobile em Milão – Cappellini International Lounge

Data: 14 a 19 de abril

Local: Salão Satélite, stand B06.

Érica Giacomelli – Architecture & Design

www.ericagiacomelli.com.br